quarta-feira, 23 de abril de 2014

 

Idioma English | Español

  • feeds

Usuário
Senha
Clique aqui para inscrever-se

CMI destacará perspectivas éticas na Rio+20

O moderador do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), o pastor brasileiro Walter Altmann, será um dos oradores, na sexta-feira, 22 de junho, na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, reunida no Centro de Convenções do Rio de Janeiro. Na ocasião também será lida mensagem do Patriarca Ecumênico Bartolomé I, de Constantinopla.

ALC/CMI
Rio de Janeiro, quarta-feira, 13 de junho de 2012

O encontro, que contará com representantes de várias religiões, foi organizado pelo CMI, Cáritas Internacional, Federação Luterana Mundial e Religiões pela Paz.

Delegação do CMI participará da Rio+20, dias 20 a 22, e da Cúpula dos Povos pela Justiça Social e Ambiental, organizada pela sociedade civil.

“Esperamos que os resultados do Rio reflitam efetivamente um ‘nós’ mais amplo, que inclua em particular as comunidades mais pobres e vulneráveis d o mundo”, disse o encarregado do programa do CMI sobre mudança climática e coordenador da delegação, Guillermo Kerber.

A delegação do CMI vai enfatizar as preocupações éticas e as perspectivas religiosas numa série de eventos que o organismo ecumênico internacional, em parceria com outras organizações, preparou para os dois eventos. O foco está na ecojustiça e um dos programas tem por tema “As perspectivas éticas e religiosas do futuro que queremos”.

“O futuro que queremos” é o título do documento final de Rio+20, do qual se espera que inclua um apelo à ação e assuma uma série de compromissos por parte dos países participantes.

Num evento paralelo, o CMI ofertará o tema “Envolvimentos éticos da sustentabilidade: perspectivas religiosas e educativas”, organizado em colaboração com a Aliança Batista Mundial, a Junta Geral de Igreja e Sociedade, da Igreja Metodista Unida, o Escritório Maryknoll para Assuntos Globais, o Fórum Internacional de Direitos Humanos e a Universidade de Washington.

Na abordagem do tema “A espiritualidade e a ética da água”, a Rede Ecumênica da Água (REDA), do CMI, se unirá à Iniciativa das Religiões Unidas e Fé Sem Fronteiras. O tema será dirigido pelo teólogo Reijo Heinonen, decano fundador da Faculdade de Teologia da Universidade de Joensu, da Finlância.

Junto com um grupo de crianças, delegados e delegadas do CMI participarão de painel organizado por World Team Now sobre Humanidade e Meio Ambiente, os Recursos do Mundo.

O escritório da Coordenação Ecumênica preparou um amplo programa sobre o tema “Religiões pelos direitos”, para a Cúpula dos Povos. Esse escritório foi estabelecido em março por Koinonia, organização brasileira integrada à ACT Aliança, no Rio, e que ficou a cargo do teólogo Marcelo Schneider, também responsável pela comunicação do CMI na América Latina.

O programa reunirá participantes ecumênicos e inter-religiosos, também na vigília que terá lugar na noite do dia 17. Na quinta-feira, 21, o teólogo brasileiro Leonardo Boff abordará o tema “Bases éticas e teológicas da justiça temática”.

Veja mais notícias de ALC/CMI

Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC)
Informações e análises sobre a realidade sócio-eclesial, de desenvolvimento e direitos humanos na América Latina e outras regiões do mundo
Edição em português: Rua Ernesto Silva, 83/301, 93042-740 - São Leopoldo - RS - Brasil
Email: editorportugues@alcnoticias.net
no se puede crear el file ()